“PROJETO BIBLIOTECAS – LEITURA PARA TODOS” ESTÁ DE VOLTA NA REGIÃO DE BAURU

Abigraf - 18/09/2019 |

A Escola Municipal de Educação Infantil Iracema Leite e Silva, na cidade de Borebi, região de Bauru, foi a escolhida para receber a 24ª instalação de uma biblioteca do Projeto Bibliotecas – Leitura para Todos, promovido pela ABIGRAF-SP e pelo SINDIGRAF- SP desde 2005.
Há tempos que a sala de leitura é o palco de grande parte das atividades culturais da cidade, como encontros e saraus literários, teatro e gravação de programas de rádio. Revitalizado através do Projeto Bibliotecas, o acervo da sala de leitura, que será batizada como “Biblioteca Ary Leite de Campos”, passa a contar com 900 novos títulos e um computador com software de gestão. O homenageado, Ary Leite de Campos, foi figura importante na história da cidade de Borebi e ficou conhecido por sua generosidade. Farmacêutico numa época em que Borebi não tinha nenhum médico, Ary Leite de Campos tratava a todos na cidade e não cobrava nada dos mais necessitados.
Os 900 títulos da nova biblioteca foram doados pelo Grupo Editorial Scortecci (200), pela Editora Canal 6 (100) e pelo SINDIGRAF SP (600), que também doou o computador. João Scortecci, diretor Editorial da ABIGRAF-SP, contribui com o Projeto Bibliotecas – Leitura para Todos desde o início e afirma que faz questão de doar livros de seus estoques sempre que pode “Um livro na mão de uma pessoa pode causar uma grande transformação em sua vida e sempre para melhor. Acredito que incentivar a criação de bibliotecas onde haja pouco acesso à leitura é dar condições de desenvolvimento cultural e social para comunidades inteiras”. Carlos Fendel, diretor da Editora Canal 6, diz que o Projeto Bibliotecas é um complemento do “Semeando Autores”, projeto da editora que criou um selo editorial para incentivar a leitura e auxiliar no desenvolvimento da linguagem de crianças de 5 a 12 anos de idade. “O nosso projeto faz com que as crianças tenham a experiência de produzirem suas próprias obras, tonando-se autores e o Projeto Bibliotecas vai disseminar essa produção para outros jovens, criando-se assim um ciclo virtuoso de educação, cultura e estímulo à leitura”.
Ricardo Carrijo, diretor de Interiorização da ABIGRAF-SP, é um dos grandes entusiastas do Projeto Bibliotecas. Ele conta que nem com a crise econômica o projeto foi deixado de lado. “Ter uma biblioteca onde existe pouco acesso à cultura e informação faz muita diferença na vida das pessoas, principalmente dos mais jovens. Além do lado social, o Projeto Bibliotecas também é uma ferramenta que nós, da ABIGRAF e do SINDIGRAF de São Paulo temos para valorizar o livro e a leitura”.
Durante a cerimônia de reinauguração da nova biblioteca será homenageado o poeta Felício Antônio Pisani Filho (in memoriam). Filho de Borebi e pai de 14 filhos, o fazendeiro era um amante da literatura e criou, dentro da própria fazenda, uma escola para que os filhos dos colonos e seus próprios filhos pudessem estudar. Pisani Filho participou das Noites Cancioneiras realizadas em Agudos, juntamente com outros poetas da região de Bauru. Ficou conhecido como o “Poeta do Sertão” e em seus versos contou a história de sua gente e sua terra. Seus poemas mais aclamados foram “Eu e o Beija-Flor”, “A Chimbica do João” e “Os Truqueiros de Borebi”. Pisani Filho nunca publicou um livro, mas seus poemas, originalmente publicados em jornais da região, foram compilados em apostila que fará parte do acervo da nova biblioteca de Borebi.

Ler Mais: Abigraf

Ler Mais

Lançada a Frente Parlamentar do Livro

Snel - 16/09/2019 |

Liderados pela Deputada Federal Fernanda Melchionna (Psol – RS), em parceria com o Senador Jean Paul Prates (PT- RN), deputados, senadores e representantes das entidades do livro reuniram-se no dia 10 de setembro, em Brasília, para o lançamento da Frente Parlamentar Mista em defesa do Livro, da Leitura e da Escrita. O SNEL e o IPL foram representados por Dante Cid (Elsevier) que destacou em seu discurso as iniciativas em prol da acessibilidade e combate à censura.
Cid também reafirmou a importância da pesquisa Retratos da Leitura no Brasil “um trabalho de campo gigantesco que cobre 95% da população brasileira, cujo resultado infelizmente é bastante negativo: 44% da população declara não ler livros e 30% jamais comprou um livro”.
Iniciativas como essa Frente são importantes para reverterem este cenário negativo, uma vez que a proposta é unir todas as partes: produtores e consumidores do conteúdo, ou seja, o livro, a leitura e a escrita.

Ler Mais: Snel
Ler Mais

CBL anuncia data de divulgação dos finalistas ao 61º Prêmio Jabuti

Anúncio ocorrerá em duas etapas e corpo de jurados será revelado antes da cerimônia de premiação.

A diretoria da Câmara Brasileira do Livro e o Conselho Curador do 61º Prêmio Jabuti anunciam as datas de apuração, quando serão conhecidos os 10 finalistas e depois os cinco, de cada uma das 19 categorias.
A primeira apuração acontece no dia 03 de outubro, quinta-feira. A segunda apuração será no dia 31 de outubro, também numa quinta-feira. Ambas serão tornadas públicas a partir de 12h por meio do website do prêmio: www.premiojabuti.com.br 
Os vencedores de cada uma das 19 categorias e o ganhador do Livro do Ano serão conhecidos apenas no dia 28 de novembro, em cerimônia a ser realizada no Auditório Ibirapuera Oscar Niemeyer. Nesta ocasião, haverá ainda a homenagem Personalidade Literária à romancista, contista e poeta Conceição Evaristo, vencedora do Prêmio Jabuti com a obra “Olhos D´água” na categoria Contos e Crônicas, em 2015.
A 61ª edição do Prêmio Jabuti recebeu 2.103 inscrições, número 11% maior que em 2018. As obras habilitadas a concorrer passam pela avaliação de um corpo de 57 jurados, escolhidos por meio de consulta pública e validados pelo Conselho curador.
Cada categoria do Jabuti conta com três jurados, especialistas nas respectivas áreas. Seus nomes serão conhecidos a partir do dia 03 de outubro, uma inovação da edição 2019, já que até o ano passado os jurados só eram revelados na noite da cerimônia de entrega do Prêmio Jabuti.
Os ganhadores de cada categoria receberão R$ 5 mil cada, enquanto o vencedor do Livro do Ano levará R$ 100 mil. Além dos prêmios em dinheiro, cada autor receberá uma estatueta, que também será entregue às editoras dos livros selecionados.

Mais informações: 

Comunicação Câmara Brasileira do Livro
Camila Del Nero -- imprensa@cbl.org.br
Lis Ribeiro -- lisribeiro@cbl.org.br
Telefone: 11-3069 -1300

Ler Mais

AO MESTRE COM CARINHO - ZIRALDO 85 NO TRAÇO DE 85 TALENTOSOS CARTUNISTAS, VENCEDOR DO 31º TROFÉU HQMIX, É TEMA DE EXPOSIÇÃO NA CASA MELHORAMENTOS

O coquetel de lançamento será no dia 16 de setembro e a mostra fica em cartaz até o dia 31 de outubro 

Quando Ziraldo comemorou 85 anos, em outubro de 2017, o cartunista Edra resolveu surpreender seu amigo, reunindo 85 caricaturistas para homenagear o mestre. Publicado pela Editora Melhoramentos, Ao Mestre com Carinho reúne, nas suas 192 páginas, um registro ilustrado por caricaturas de talentosos cartunistas, escolhidos a dedo, intercaladas com páginas que revelam fatos da vida e obra do multifacetado Ziraldo.
Quase dois anos depois, com muito sucesso e reconhecimento, a obra acaba de ganhar, na categoria homenagem, o 31º Troféu HQMIX, o mais importante prêmio do gênero da América Latina e virou exposição na Casa Melhoramentos. O coquetel de abertura da mostra será no dia 16 de setembro, às 19h, na Casa Melhoramentos. Edra e diversos cartunistas irão receber o público e autografar os livros. A exposição fica em cartaz até o dia 31 de outubro, de segunda a sexta das 09h às 18h, entrada gratuita.

Sobre a obra 

Organizar essas caricaturas em um livro foi apenas parte da brilhante ideia de Edra que, além de cartunista, também é fundador do Salão de Humor de Caratinga e da Casa de Cultura Ziraldo, ambos em Caratinga (MG), cidade natal dos dois.
A segunda parte deste trabalho notável foi trazer uma biografia com dados, datas, fotos, desenhos e particularidades da vida e da obra de Ziraldo, que adorou o trabalho e abriu seus arquivos para complementar a obra.
O resultado foi um livro-homenagem que teve ainda a participação dos irmãos de Ziraldo, Zélio e Geraldinho, com a arte da capa e prefácio do livro, texto de apresentação do cartunista/jornalista JAL, Presidente da Associação dos Cartunistas do Brasil e na contracapa, uma mensagem do Jô Soares ao amigo de longa data.
Os cartunistas convidados desta obra manifestaram admiração e carinho pelo mestre Ziraldo, apresentando desenhos dos mais variados estilos e técnicas, entre eles a participação especial de Mauricio de Sousa. Veja abaixo lista completa:
Cartunistas participantes:
Abel Costa, Afonso Carlos, Alan Souto Maior, Alecrim, Alisson Afonso, Alpino, Amarildo, Amorim, André Barroso, André Camargo, Ariel, Aroeira, Baptistão, Bira Dantas, Biratan, Brito, Camaleão, Camilo Riani, Cerino, Chico Caruso, Cláudia Kfouri, Cláudio Aleixo, Cláudio Duarte, Cláudio Teixeira, Dálcio Machado, Edra, Enderson Santos, Erthal, Evandro Rocha, Fábio Coutinho, Fernandes, Ferreth, Fraga, Genin, Gervásio, Glen Batoca, Guedes, Hippertt, Humberto Pessoa, Ique, Ivo Favero, Izânio, J.Bosco, J.Fontinele, Jack, Jal, Jindelt, João Bento, Jorge Braga, Jorge Inácio, Leite, Lézio Jr., Liberati, Lucas Leibholz, Manga, Mário Alberto, Maurício de Sousa, Mauro Miranda, Mello, Mig, Miller Almeida, Moisés, Mônica Fuchshuber, de Mônico Reis, Nei Lima, Paulo Branco, Paulo Caruso, Quinho, Rice, Rossi, Rui Miranda, Santiagu, Sérgio Gomes, Seri, Sid, Simch, Stegun, Suélen Becker, Thiago Lucas, Toscano, Turcios, Ulisses, Veronezi, Willian Medeiros e Xavier.

Organizador 

Natural de Caratinga (MG), EDRA (Élcio Danilo Russo Amorim) é cartunista, produtor cultural, design gráfico e editor. Foi realizador do Salão Internacional de Humor de Caratinga; idealizador/fundador da Casa Ziraldo de Cultura; da Gibiteca Turma do Pererê e presidente da Associação Estação Cultural de Caratinga. Iniciou sua carreira em 1980, no Correio Braziliense (DF) e tem trabalhos publicados em diversos jornais e revistas nacionais e internacionais. Foi chargista do Diário de Caratinga, por 13 anos. É autor de 25 livros, colaborador de importantes editoras do País e dos portais de humor Chargeonline e Brazilcartoon. Tem 18 premiações, entre os vários Salões de Humor de que já participou, no Brasil e no exterior.

Ziraldo 

Ziraldo nasceu em Caratinga, Minas Gerais, em 1932. Autor de livros infantis, ilustrador e cartunista, é uma das personalidades de maior destaque na cultura brasileira. Sua obra compreende mais de 167 títulos para crianças e jovens, além de publicações para adultos. Com seus livros traduzidos para diversos idiomas, entre eles o inglês, o espanhol, o alemão, o francês, o italiano e o hebraico, Ziraldo representa o talento e o humor brasileiros no mundo. Seu livro de maior sucesso, O Menino Maluquinho, é um dos maiores fenômenos editoriais de todos os tempos no Brasil. O livro foi adaptado para teatro, quadrinhos, ópera infantil, videogame, internet e cinema, e conta com mais de 120 edições, tendo vendido mais de 3,5 milhões de exemplares.

Serviço Exposição:

Casa Melhoramentos
De 17 de setembro a 31 de outubro
Endereço: Rua Tito, 479 -- Vila Romana -- São Paulo - SP.
Segunda a Sexta da 9h às 18h
Entrada franca.

Sobre a Editora Melhoramentos 

Há mais de 128 anos, a Editora Melhoramentos ocupa posição de destaque nas diversas áreas em que atua, sendo referência no mercado editorial por seus milhares de títulos publicados. À frente do tempo desde sua fundação, ela se distingue pelo pioneirismo de suas obras, por seus autores e pelos avanços editoriais aos quais se dedica. www.editoramelhoramentos.com.br



Ler Mais

Brasil compartilha boas práticas da política nacional do livro e leitura

Ministério da Cultura - 12/09/2019 |

A importância das políticas nacionais de leitura, livro e bibliotecas no contexto das políticas culturais foi discutida no VII Encontro da Rede Ibero-Americana de Formadores de Políticas e Planos de Leitura (Redplanes) em Cusco, no Peru. O Ministério da Cidadania marcou presença no evento, por meio do Departamento de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas (DLLLB) da Secretaria Especial da Cultura. Com a participação de 20 países da região, o encontro incentivou a troca de experiências e compartilhou boas práticas para promover a integração em torno das temáticas do livro e da leitura.
Segundo a diretora do DLLLB, Ana Cristina Araruna Melo, o evento foi uma oportunidade para se refletir sobre a construção do novo Plano Nacional do Livro e Leitura, junto ao Ministério da Educação (MEC). “A participação brasileira fortalece o trabalho em rede, com base nesse intercâmbio de informações, experiências e conhecimento entre todos esses países. No caso do Brasil, dá ferramentas e referências para que possamos elaborar do novo plano”, disse Ana Cristina.
Durante o encontro, ocorrido entre os dias 5 e 7 de setembro, foram realizadas palestras, rodas de conversas e workshops com informações sobre os planos de leitura da América Latina, além de apresentações de trabalhos por pesquisadores da área.
O evento foi organizado pelo Centro Regional para o Fomento do Livro na América Latina e o Caribe (Cerlalc), da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Um novo encontro está previsto para ocorrer em dois anos para a discussão dos pontos avançados pelos países que fazem parte do Cerlalc.

Ler Mais: Ministério da Cultura

Ler Mais

Bienal de SP começa seus preparativos

Publishnews - 12/09/2019 |

A Câmara Brasileira do Livro realiza nesta sexta (13), às 9h30, no Expo Center Norte (Rua José Bernardo Pinto, 333 – São Paulo / SP), o lançamento comercial da 26ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo. O encontro tem como objetivo a venda dos espaços e apresentar os pacotes de oportunidades para a Bienal do Livro do ano que vem, marcada para acontecer de 30 de outubro a 8 de novembro.

Ler Mais: Publishnews

Ler Mais

Feira de livros e quadrinhos de Natal espera 25 mil pessoas e terá lançamento de 50 obras

G1 - 12/09/2019 |

A 9ª edição da Feira de Livros e Quadrinhos de Natal (FliQ) começa nesta quinta-feira (12) e vai até o domingo (15) na Arena das Dunas, com programação aberta ao público e gratuita. A organização do evento, que vai contar com o lançamento de cerca de 50 livros, espera aproximadamente 25 mil visitantes durante esses quatro dias.
Ao todo, serão mais de 100 horas de atividades culturais, com palestras, apresentações de cordel, oficinas, games culturais, robótica, sessões de autógrafos, além de um concurso de cosplay, que tem premiação de R$ 700 ao primeiro colocado. As inscrições para o concurso estão abertas pela internet (clique AQUI) até o dia 15 de setembro.
Segundo a organização, apenas no espaço do autor - sem contar com os stands das editoras - serão lançados 15 livros e quadrinhos, com destaques para “Raiz”, de Manoel Cavalcante, “Agouro”, de Márcio Benjamin, "Três Buracos", de Shiko, "O Corvo", do Leander Moura, "Mar Menino", de Paulo Moreira, "Hígida", de Dr Micussientre.
De acordo com Osni Damásio, um dos organizadores da FliQ, o evento surgiu para estimular os quadrinhos, a leitura e a produção literária. Atualmente, ele acredita que ela tem diversificado a atuação na área cultura, com novas formas de potencializar a educação e arte no Rio Grande do Norte.
Para essa edição, entre os nomes mais esperados estão André Neves, que é ilustrador de literatura infantil, e Luciano Pontes, que é ator, escritor, cenógrafo, palhaço e autor de livros como “Ouvindo as conchas do mar”, “Uma história sem pé nem cabeça”, “O carrossel do tempo”, “Belizbel” e “Lua, noite e dia”. André Neves conta com livros publicados no Brasil e exterior e tem uma menção honrosa recebida no Prêmio Jabuti de 2003.

Ler Mais: G1 

Ler Mais

Livro retrata a curta, intensa e vitoriosa trajetória parlamentar de Audálio Dantas

Revista Fórum - 05-09-2019 |

Escrito por Antonio Barbosa Filho, a obra aborda uma face não tão conhecida do jornalista, que liderou a categoria na luta contra a ditadura militar

O jornalista e escritor Audálio Dantas se tornou conhecido nacionalmente em função de sua atuação na luta contra a ditadura militar. Após o assassinato do também jornalista Vladimir Herzog nos porões da ditadura, em outubro de 1975, Audálio, à época presidente do Sindicato dos Jornalistas de São Paulo, foi presença marcante para ajudar a desmascarar o governo militar, que forjou o “suicídio” de Herzog.
Junto com sua diretoria e com Dom Paulo Evaristo Arns e o rabino Henri Sobel, ele foi um dos responsáveis pelo histórico Ato Ecumênico na Catedral da Sé, em memória de Herzog, episódio que abalou a ditadura militar. Mais tarde, Audálio seria eleito presidente da Federação Nacional dos Jornalistas.
Além de sua marcante participação como liderança sindical dos jornalistas, Audálio teve uma breve passagem pela política parlamentar, exercendo um mandato de deputado federal entre 1979 e 1983.
Todos os principais episódios relacionados à trajetória do jornalista como político estão registrados no livro “Audálio, deputado”, de Antonio Barbosa Filho. A obra mostra em detalhes a importância de sua atuação parlamentar em uma fase de transição democrática no país.

Convite

Convidado pelo então líder do MDB, Freitas Nobre, Audálio disputou uma vaga na Câmara dos Deputados nas eleições de novembro de 1978 e, apesar da total falta de recursos e de não ter nenhuma base partidária, se elegeu com mais de 50 mil votos.
Os quatro anos que passou na Câmara foram dedicados à defesa dos direitos humanos e dos trabalhadores, em um período no qual o Brasil tinha dezenas de presos políticos.
Audálio se envolveu em vários temas polêmicos, assim como estava fisicamente presente nas portas de fábricas do ABC paulista quando ocorreram as histórias greves de 1978, 79 e 80.
Nesse momento nascia um novo sindicalismo e também o PT, sob a liderança de Luiz Inácio Lula da Silva.

Ler Mais: Revista Fórum

Ler Mais

Feira literária reúne atrações artísticas da periferia na 5ª edição

Folha de São PauloEduardo Silva  - 06/09/2019 |

Poesias, teatro e rodas de conversa sobre literatura integram a quinta edição da Felizs - Feira Literária da Zona Sul, que começa neste domingo (8). Com mais de 40 atrações, a programação vai até 21/9, em diferentes pontos das periferias de São Paulo.
A abertura é no Sesc Campo Limpo, às 17h, com show gratuito da cantora Renata Rosa com Geraldo Magela. Na segunda (9), acontece uma caminhada literária, partindo do Espaço Cultural Sarau do Binho, às 13h.
Às 21h, o Espaço Clariô de Teatro, no Taboão da Serra, recebe um esquete do Grupo Clariô de Teatro, além do músico Tião Carvalho e do trio de forró Escurinho do Acordeon.
O encerramento acontece na praça do Campo Limpo, das 11h às 21h30. O evento conta com palco para sarau, shows e dança, além de oficinas, poesia, circo e grafite.
Sesc Campo Limpo - R. Nossa Senhora do Bom Conselho, 120, Campo Limpo. Espaço Cultural Sarau doBinho - Rua Padre José Antônio Romano, 65, Campo Limpo. Espaço Clariô de Teatro - Rua Santa Luzia, 96, Vila Santa Luzia, Taboão da Serra. Praça do Campo Limpo - Rua Doutor Joviano Pacheco de Aguirre, 30. Livre. Grátis.

Ler Mais: Folha de São Paulo

Ler Mais

Feira gratuita de livros infanto-juvenis chega a BH

G1 - 06/09/2019 |

Com programação com mais de 120 atividades interativas, Belo Horizonte recebe até o próximo domingo (8), o Salão do Livro Infantil e Juvenil de Minas Gerais. Neste ano, o homenageado é o poeta Antônio Libério Neves e o tema do evento é “Tem criança, tem poesia".
A feira de livros acontece na Casa Raja Shopping e traz editoras e títulos, contação de histórias e convidados da literatura infanto-juvenil. A entrada é gratuita e os ingressos podem ser retirados no site do evento.
Para as escolas que desejam agendar visitação, no site oficial do Salão do Livro tem área exclusiva para as instituições.


Ler Mais: G1 

Ler Mais

Campanhas incentivam doação de livros para projetos de incentivo à leitura na Zona da Mata

G1 - Roberta Oliveira - 06/09/2019 |

Campanhas em andamento em Lima Duarte e em Juiz de Fora incentivam a população a doar livros em bom estado de conservação.
O objetivo é formar acervo para manter projetos como a geladeira que será instalada na próxima sexta-feira (6) em uma praça de Lima Duarte e para as iniciativas já realizadas pela Biblioteca do Centro de Artes e Esportes Unificados Coronel Adelmir Romualdo de Oliveira, a Praça CEU, em Juiz de Fora.
O G1 conversou com participantes dos projetos nas duas cidades, para saber como as pessoas podem ajudar. Além disso, ambos destacaram a importância do incentivo ao hábito de ler e do conhecimento circular entre diferentes públicos.
A partir desta sexta-feira (6), a Praça José Guilherme Delgado, no Bairro Barreira, receberá o projeto piloto de Incentivo à Leitura, em Lima Duarte. Uma geladeira colorida aberta e abastecida com 50 livros será instalada no local, à disposição da comunidade.
No mesmo dia, haverá apresentação musical e será inaugurada uma pista de psicomotricidade como mais um incentivo à ocupação da praça.
Para abastecer a geladeira, a Prefeitura vem divulgando, há mais de um mês, em perfil oficial em rede social, uma campanha pedindo doações de livros, que devem ser entregues das 8h às 17h, no Centro de Informações Turísticas, que funciona em frente à praça onde será instalada a primeira "geladeira literária".

Ler Mais: G1

Ler Mais