QUASE POESIA, TALVES ABISMO / José Adriano Alves

"Quase poesia talvez abismo" é um livro de poesias que lança um olhar reflexivo e com uma certa melancolia, mas sem ser pessimista, sobre a vida, o próprio fazer literário e sobre o ser/estar no mundo. Numa dicção lírica e reflexiva com um viés crítico social, os poemas desse livro propõem uma reflexão sobre a sociedade, a literatura e a memória.

About the illustrations: The images show atmospheric moods about the brazilian world, to leave the readers imagination open for the poems. Plants, leaves, animals and fruits are neutral objects, and not an interpretation of the poems, so the reader is free in his mind while reading. The Illustrations help visually to get in the mood of reading and underline with attractive eyecatcher the importance of José Adriano Alves’ observation of society and pure life.
Anja Denz || www.anjadenz.net ||

José Adriano Alves é pernambucano, doutor em Literatura Brasileira pela UFRJ. Seu primeiro livro (Poemas de memória: navegação de automar) foi publicado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 2002 e obteve menção honrosa em concurso promovido pela mesma Universidade. Seus ensaios “A celebração da poesia” e “Da liberdade possível” obtiveram, respectivamente, menção honrosa especial na Faculdade de Letras da UFRJ e menção honrosa no concurso nacional da FENABB sobre a obra de Jorge Amado. Seu livro Sol a pino: o dizer de coisas (2008) foi selecionado para compor o acervo de bibliotecas da Fundação Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro. Em 2012, lançou Musa absurda: canções e uma quase viagem, pela editora Multifoco. Foi diretor por cinco anos da Escola Técnica Estadual Adolpho Bloch. Atual-mente é professor de Literatura Brasileira da FAETEC.

Serviço:

Quase Poesia
Talvez Abismo
José Adriano Alves
Scortecci Editora
Poesia
ISBN 978-85-366-5706-6
Formato 15 x 21 cm
108 páginas
1ª edição - 2018
Preço: R$ 40,00