UMA ALTERNATIVA PARA AUTORES, ESCRITORES E LEITORES / Grazielli Moraes

As redes sociais atingem atualmente grandes massas de todas as idades, sexo e gênero, nesse sentido, a utilização das mesmas para divulgar marcas, ideias, campanhas e demais coisas é muito interessante, tendo em vista o alcance que tal informação pode atingir.

AQUISIÇÃO DE RECURSOS EM BIBLIOTECAS COMUNITÁRIAS / Grazielli Moraes

Constantemente, em apresentação em eventos e em grupos de discussão da área de bibliotecas comunitárias surge uma questão muito interessante: Como adquirir recursos para as bibliotecas comunitárias??? E como defensora, e lutadora dessa causa, devo dizer que muitas são as formas de adquirir tais recursos, questão essa que será aqui aborda, a fim de, auxiliar quem atua nesse tipo de biblioteca e a quem possa interessar.

A MAÇA QUE GUARDO NA BOCA DE JOÃO SCORTECCI / Grazielli Moraes

De Adão e Eva à Afrodite, de dor ao prazer, da vontade a realização, de pecado ao proibido, assim é o livro do maravilhoso Scortecci, cheio de possíveis interpretações e formas de leitura.

Um livro “... erótico e sensual... escrito no corpo de mulheres nuas”, como mencionado pelo autor, “... um pavio na secura de palhas e madeira” que permite ao leitor enxergar o prazer até mesmo em coisas simples, e questionar esse prazer a todo o momento da leitura.

BIBLIOTECAS COMUNITÁRIAS E SEUS DESAFIOS / Grazielli Moraes

Em pesquisas realizadas sobre as Bibliotecas Comunitárias, foi possível entrevistar inúmeras pessoas envolvidas no assunto, dentre elas, bibliotecários, comunidades, profissionais de outras áreas, enfim, pessoas envolvidas nesse universo, de modo à melhor entender quais são as verdadeiras dificuldades desse tipo de biblioteca, nas linhas que se seguem, será possível delimitar melhor tais dificuldades e outras coisas mais.

DESCASO COM AS BIBLIOTECAS COMUNITÁRIAS / Grazielli Moraes

Vivemos em uma sociedade em que a informação “ilusoriamente” está disposta em massa para todos, devido a estar fortemente vinculada ao “capitalismo”, ou seja, quem tem dinheiro tem informação, no entanto, grande parte da população está excluída dessa chamada “sociedade da informação”, seja por não atingir o valor a ser pago para utilização ou acesso dessa informação.

Nesse sentido, surgem às bibliotecas comunitárias, provindas do interesse de uma determinada comunidade em disponibilizar acesso a toda uma comunidade, e ainda tornar tal local ponto de encontro e socialização daquela comunidade, provendo não apenas o acesso a informação e a livros, mas também, a questões assistencialistas.

Voltar Topo Indicar a um amigo Imprimir
 

AMIGOS DO LIVRO - O PORTAL DO LIVRO NO BRASIL

FALE CONOSCO

 
Nipotech