Jornalista Zuenir Ventura toma posse na ABL em tom de modéstia

Folha S. Paulo - 06.03.2015 - LUIZA FRANCO - O jornalista mineiro Zuenir Ventura, 83, assumiu a cadeira nº 32 da ABL (Academia Brasileira de Letras), sucedendo o dramaturgo, poeta e romancista Ariano Suassuna (1927-2014). "Suassuna é insubstituível. Eu venho apenas sucedê-lo. Fiz uma homenagem modesta, incompleta", declarou antes da cerimônia sobre o discurso que faria. Ventura foi eleito em outubro de 2014 com 35 dos 37 votos. Os poetas Thiago de Mello e Olga Savary receberam um voto cada. Ele já havia se candidatado à ABL, à vaga de Luiz Paulo Horta, mas retirou-se do pleito para evitar competir com Antônio Torres, que acabou eleito. Outras vezes Zuenir cogitou se candidatar, mas desistiu pelo mesmo motivo.

Ferreira Gullar toma posse na ABL
Folha de S. Paulo - 05/12/2014 -  Numa cerimônia concorrida, o poeta Ferreira Gullar, 84, assumiu nesta sexat, 5, a cadeira nº 37 da ABL (Academia Brasileira de Letras), sucedendo ao poeta e tradutor Ivan Junqueira (1934-2014).  Em seu discurso, de linguagem simples e pontuado por anedotas, Gullar falou sobre o caminho que o levou à Academia e homenageou seus antecessores, entre eleas Alcântara Machado, Getúlio Vargas, Assis Chateubriand e João Cabral de Melo Neto. 
Geraldo Holanda Cavalcanti é reeleito presidente da ABL
Folha de S. Paulo - 11/12/2014 - O poeta, ensaísta, tradutor e crítico literário pernambucano Geraldo Holanda Cavalcanti, 85, foi reeleito nesta quinta, 11, presidente da Academia Brasileira de Letras (ABL). Cavalcanti era candidato único e deve permanecer no posto até o final de 2015. Também foram reconduzidos a seus cargos os seguintes diretores da academia: Domício Proença Filho (secretário-geral), Antonio Carlos Secchin (primeiro-secretário), Merval Pereira (segunda-secretário), e Rosiska Darcy de Oliveira (tesoureira).
Vargas Llosa é eleito sócio correspondente da Academia Brasileira de Letras
Estado de S. Paulo - 04/12/2014 - O escritor peruano Mario Vargas Llosa foi eleito nesta quinta-feira, 4, como sócio correspondente da Academia Brasileira de Letras. Prêmio Nobel de Literatura de 20120 e cronista do Estado, ele ocupará a cadeira 12, que pertencia ao americano Fred. P Ellison, professor de língua portuguesa e literatura da Universidade do Texas, que morreu no dia 4 de outubro. São 20 cadeiras nesta categoria, que estão ocupadas, no momento, por nomes como Mia Couto (Moçambique), Agustina Bessa-Luis e José Carlos de Vasconcelos (Portugal), Agustin Buzura (Romênia) e Daisaku Ikeda (Japão). Não há candidatura. São os próprios imortais que indicam o homenageado. 
Jornalista Zuenir Ventura é o novo imortal da Academia Brasileira de Letras

UOL - 30/10/2014  - O escritor e jornalista Zuenir Ventura foi eleito nesta quinta-feira (30) como o sucessor de Ariano Suassuna na Academia Brasileira de Letras, em votação realizada na sede da entidade, no Rio de Janeiro. Colunista do jornal "O Globo", Zuenir Ventura, 83, é um dos mais renomados jornalistas do país - vencedor do Prêmios Esso de Jornalismo e do prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos. Ele se torna o novo ocupante da cadeira 32, vaga após a morte de Suassuna no dia 23 de julho deste ano, no Recife.

Posse da diretoria da Academia Paulista de Letras

Chico Monteiro - 04/03/2011 - Contando com a participação de número expressivo de convidados, que lotou o auditório da APL, tomou posse nesta quinta-feira, 24/02/2011, a nova diretoria da Academia Paulista de Letras que dirigirá a entidade no biênio 2011/2012. O evento foi marcado com a magnífica apresentação da Filarmônica Vera Cruz sob regência do maestro Julio Medaglia.

Geraldo Holanda Cavalcanti é eleito para Cadeira nº29 da ABL

ABL - 02.06.2010 - A Academia Brasileira de Letras escolheu no dia 2 de junho, o diplomata e escritor Geraldo Holanda Cavalcanti como o 6ª ocupante da Cadeira nº 29, vaga desde 28 de fevereiro último com a morte do Acadêmico José Mindlin. O candidato recebeu 20 votos, logo no 1º escrutínio. Seus concorrentes, o escritor e Ministro do Supremo Tribunal Federal, Eros Grau e o escritor, ensaísta e atual Presidente da Fundação Biblioteca Nacional, Muniz Sodré, receberam 10 e 8 respectivamente.

Academia Brasileira de Letras sobe os morros do Rio de Janeiro

Estadão - 05.05.2012 - Ubiratan Brasil - A linguagem fascina a carioca Ana Maria Machado, a ponto de escolher a literatura como profissão depois de passar pelo jornalismo impresso e radiofônico. Logo se tornou referência nacional na literatura infantojuvenil, ao lado de Ruth Rocha e Lygia Bojunga Nunes. Também escreveu livros para adultos, alcançando idêntico sucesso de crítica. Ana é das autoras que mais vendem no País, com mais de 18 milhões de exemplares comercializados.

ABL entrega ao IAHGP 30 mil páginas de documentos raros da história de Pernambuco e do Brasil

31/08/2011 - A Academia Brasileira de Letras fará a entrega de 30 mil páginas de documentos raros da história de Pernambuco e do Brasil, microfilmados e digitalizados. Os manuscritos, raros, serão disponibilizados pela ABL, juntamente com a Fundação Biblioteca Nacional (FBN) e a Fundação Miguel de Cervantes (FMC), ao Instituto Arqueológico, Histórico e Geográfico de Pernambuco (IAHGP).

''A Academia é da sociedade paulista'', afirma Antonio Penteado Mendonça, novo presidente da Academia Paulista de Letras

O Estado de S.Paulo - 25/02/2011 - Edison Veiga - Eleito com 32 votos em dezembro, assume hoje a presidência da Academia Paulista de Letras (APL) o advogado e cronista Antonio Penteado Mendonça, de 58 anos. "Serei uma continuação do (desembargador José Renato) Nalini", diz, em referência a seu antecessor por dois mandatos, nos quais foi secretário. É autor dos livros Crônica da Cidade e O Toque do Verde, entre outros - além de 4,5 mil crônicas levadas ao ar desde 1992 pela Rádio Eldorado.

ABL elege o historiador Evaldo Cabral de Mello como sucessor de João Ubaldo Ribeiro

Portal Imprensa - 24/10/2014 - A Academia Brasileira de Letras (ABL) elegeu na última quinta-feira (23/10) o novo ocupante da Cadeira 34, na sucessão do romancista, jornalista e tradutor João Ubaldo Ribeiro, que morreu no dia 18 de julho deste ano. O vencedor foi o diplomata, historiador e escritor pernambucano Evaldo Cabral de Mello, 78 anos. De acordo com a Agência Brasil, Mello era o único candidato à vaga e obteve 36 dos 37 votos possíveis. Votaram 20 acadêmicos presentes e 16 por carta. A Cadeira teve como primeiro ocupante João Manuel Pereira da Silva. Além dele e de Ubaldo, ocuparam o posto Barão do Rio Branco, Lauro Müller, Dom Aquino Corrêa e os jornalistas Raimundo Magalhães Jr. e Carlos Castello Branco.

ABL elege Ana Maria Machado presidente

O Estado de S.Paulo - Fábio Grellet - 09/12/2011 - A escritora Ana Maria Machado foi eleita ontem presidente da Academia Brasileira de Letras (ABL) para o exercício de 2012. Além de Ana Maria, a nova diretoria terá Geraldo Holanda Cavalcanti como secretário-geral, Domício Proença Filho como primeiro-secretário, Marco Lucchesi no posto de segundo-secretário e Evanildo Bechara como tesoureiro. Eles tomarão posse no dia 16, na sede da ABL, no Rio.

Ana Maria Machado vai evitar pompa e planeja levar ABL ao morro

Folha de S. Paulo - Fabio Victor - 13/12/2011 - Ana Maria Machado diz que foi impelida pelas circunstâncias a virar presidente da ABL (Academia Brasileira de Letras). "Na verdade eu não queria inicialmente. Sou uma pessoa que escrevo ainda, tenho necessidade, publico muito", diz a carioca de 69 anos, eleita anteontem para o cargo. É a segunda mulher a ocupá-lo, depois de Nélida Piñon, em 1997. A posse ocorre na próxima quinta-feira, na sede da ABL, no Rio.

Por unanimidade dos votos, a ABL elege Marcos Vilaça como novo Presidente

ABL - 10.12.2009 - A Academia Brasileira de Letras elegeu hoje, 10 de dezembro de 2009, por unanimidade dos votos, o Acadêmico Marcos Vinicios Rodrigues Vilaça como novo Presidente da ABL. O Acadêmico Marcos Vilaça recebeu 37 votos, havendo uma abstenção por motivo de doença e um voto em branco do próprio candidato eleito. A chapa oficial, liderada pelo Presidente eleito, será assim constituída: Presidente: Marcos Vinicios Vilaça; Secretária-Geral: Ana Maria Machado; Primeiro-Secretário: Domício Proença Filho; Segundo-Secretário: Luiz Paulo Horta; Tesoureiro: Murilo Melo Filho.

Tome posse a nova Diretoria da Academia Pinheirense de Letras, Artes e Ciências

Temos a grata satisfação em comunicar-lhe que, no dia 21 de novembro corrente, assumimos a presidência da Academia Pinheirense de Letras, Artes e Ciências, para o período 2009-2011, juntamente com os outros membros Diretores e Conselheiros eleitos, em 09 de outubro próximo passado, como seguem:

   DIRETORIA

   Presidente: José Márcio Soares Leite
   Vice-Presidente: José Agnaldo Pereira Mota
   Secretário Geral: Aymoré de Castro Alvim
   1º Secretário: Maria Rita Lobato Gonçalves
   2º Secretário: Evandro Sérgio Moraes Pereira
   Tesoureiro: Moema de Castro Alvim
   Bibliotecário: Maria da Graça Moreira Leite

   CONSELHO FISCAL

   Titulares:
   Jurandy de Castro Leite
   Lourival Castro Gomes
   Sandra Leite Mendes
   
   Suplentes:
   Antônio Trinta Trindade
   Genival Abrão Ferreira

Atenciosamente,

Ass.Acd. José Márcio Soares Leite
Presidente em exercício.

APLAC - ACADEMIA PINHEIRENSE DE LETRAS, ARTES E CIÊNCIAS
Rua Josias Peixoto de Abreu, nº 243 - Centro
CEP 65.200-000  Pinheiro - MA. 
(aplac2005@hotmail.com)

Walcyr Carrasco toma posse na Academia Paulista de Letras em setembro

Folha Online - 25.08.2008 - O novelista da Globo, escritor e jornalista Walcyr Carrasco toma posse na Academia Paulista de Letras no próximo dia 4 de setembro de 2008. Ele foi eleito imortal em maio deste ano, ao conquistar a vaga deixada pelo poeta Cyro Pimentel, morto em fevereiro último. A Academia Paulista de Letras é formada por 40 membros e Walcyr passa a integrá-la ao lado de nomes como José Mindlin, Ignácio de Loyola Brandão, Ruth Rocha, Gabriel Chalita, Paulo Bomfim, Lygia Fagundes Telles e Antônio Ermírio de Moraes.

ABL concede ao crítico literário Benedito Nunes o "Prêmio Machado de Assis" de 2010

ABL - 02.06.2010 - A Academia Brasileira de Letras concedeu ao crítico literário, professor, escritor, ensaísta e filósofo paraense Benedito Nunes, pelo conjunto de sua obra e seu perfil, o “Prêmio Machado de Assis” de 2010, a mais importante comenda literária brasileira, concedida todos os anos desde 1941. Ele receberá R$ 100 mil, um diploma e um troféu criado pelo escultor Mário Agostinelli – um pequeno busto de Machado de Assis.

Academia Paulista de Letras homenageia Miguel Reale

18/11/2010 - A Academia Paulista de Letras prossegue com seu ciclo de palestras em homenagem ao jurista Miguel Reale, que no último dia 6, comemoraria 100 anos de vida. A próxima palestra será “Miguel Reale: a política e seus ideais democráticos” – Cláudio de Cicco", dia 18/11. As conferências acontecem sempre às quintas-feiras às 18h30, no auditório da Academia, no Largo do Arouche, 324. As palestras vão até o dia 2/12.

ABL é contra proibição de livro de Lobato nas escolas

Estadão - 04.11.2010 - TALITA FIGUEIREDO - A Academia Brasileira de Letras (ABL) se posicionou hoje contrária à tentativa de censura ao livro "Caçadas de Pedrinho", do escritor Monteiro Lobato, pedida pelo Conselho Nacional de Educação (CNE) por suposto conteúdo racista. Segundo nota divulgada hoje, os acadêmicos apoiaram o ministro da Educação, Fernando Haddad, que rejeitou o veto do CNE que havia determinado a proibição do livro em todo o País.

Ruth Rocha é imortal da Academia Paulista

O Estado de S. Paulo - 26/10/2007 - Em sessão presidida por Renato Nalini com a presença de 34 acadêmicos, a escritora Ruth Rocha, uma das mais premiadas do País, sobretudo na área de literatura infantil, foi eleita ontem (25/10) à tarde para a Cadeira 38 da Academia Paulista de Letras, na vaga do jornalista Nilo Scalzo.

Quem vai sentar na cadeira 23?

Estadão - 20.08.2008 - Márcia Vieira e Roberta Pennafort - Nunca houve eleição como esta em 111 anos de história da Academia Brasileira de Letras. Hoje, os 39 imortais escolhem entre 21 candidatos quem terá a honra de ocupar a cadeira 23. Não é uma vaga qualquer. Foi inaugurada por Machado de Assis, que escolheu como patrono José de Alencar. Jorge Amado ocupou-a por quatro décadas. Sua mulher, Zélia Gattai, o substituiu por sete anos. Nas prévias informais, feitas entre um gole de chá e outro, aparece como favorito o jornalista e crítico de música clássica Luiz Paulo Horta. Também estão no páreo os escritores Antônio Torres e Ziraldo, a historiadora Isabel Lustosa e o crítico literário Fábio Lucas

Procura-se imortal

Jornal do Brasil - 15/06/2008 - Bolívar Torres - Está aberta oficialmente a dança das cadeiras. Não é fácil vencê-la. Nunca uma vaga na Academia Brasileira de Letras foi tão cobiçada. Desde a morte de Zélia Gattai, em maio, aos 91 anos, a disputa pelo assento 23 da instituição está acirrada, com um número recorde de candidatos. A uma semana do fim das inscrições, 20 escritores já oficializaram a intenção de ocupar a cadeira emblemática, que pertenceu a Machado de Assis, o primeiro presidente da casa. A eleição, prevista para 21 de agosto, é uma incógnita: não há favoritos neste momento e os apoios estão fragmentados.

Acadêmico Lêdo Ivo é homenagedo em Alagoas com um Memorial de Literatura

ABL - 25.11.2009 - O Acadêmico Lêdo Ivo terá um memorial em Alagoas, nomeado Memorial Lêdo Ivo da Literatura Alagoana, espaço que deverá ser aberto até o final do primeiro semestre de 2010. O poeta alagoano esteve no Museu Palácio Floriano Peixoto para a assinatura do termo de doação do seu acervo ao governo do Estado. Sob o patrocínio da Caixa Econômica Federal, o espaço funcionará em três das salas do Mupa (Museu Palácio Floriano Peixoto), que terão como temas o mangue, mar e a areia, temas recorrentes na obra do escritor. Haverá um espaço interativo,projeções em tela, o piso e as paredes cobertos de versos.

Ano Joaquim Nabuco na ABL

ABL - Em comemoração ao ano Joaquim Nabuco na ABL e com a nova direção presidida pelo Acadêmico Marcos Vinicios Vilaça, a Academia Brasileira de Letras e a Associação Cultural da Arquidiocese do Rio de Janeiro convidam para a Missa comemorativa do Centenário de Morte de Joaquim Nabuco, a ser realizada no dia 17 de janeiro de 2010, às 10h30min, na Igreja da Candelária. No dia seguinte, 18 de janeiro, segunda-feira, acontecerá na ABL a Sessão Especial Comemorativa do Centenário de Morte de Joaquim Nabuco, com a presença do Embaixador Celso Amorim, Ministro das Relações Exteriores, como conferencista. A Sessão será realizada às 17h30, no Salão Nobre do Petit Trianon. Ambos os eventos tem entrada gratuita.

Jô Soares toma posse como imortal da academia paulista de letras

Academia Paulista de Letras - 8/11/2016 - A cerimônia de posse será no dia 10 de novembro, às 19h; apresentador ocupará a cadeira de número 33, que pertenceu ao escritor Francisco Marins. O apresentador, ator, comediante, diretor, produtor, dramaturgo e artista plástico Jô Soares toma posse dia 10 de novembro como mais novo membro da Academia Paulista de Letras (APL). Jô foi eleito em 04 de agosto último e vai ocupar a cadeira de número 33, que pertenceu ao escritor Francisco Marins. Ao ser escolhido, Jô disse que o convite lhe foi feito pelo jurista Ives Gandra e que ficou extremamente feliz com a escolha de seu nome: “Me senti lisonjeado e muito impressionado com o respeito da APL por mim”.

Gabriel Chalita é reeleito Presidente da Academia Paulista de Letras

Academia Paulista de Letras - 1/12/2016 - Votação ocorreu na tarde desta quinta-feira,01 de dezembro, na sede da APL. O acadêmico Gabriel Chalita, ocupante da cadeira de número 5 da Academia Paulista de Letras (APL), foi reeleito presidente da entidade na tarde desta quinta-feira, 1º de dezembro. A votação aconteceu em conformidade com o estatuto as Academia. Para Chalita, foi uma demonstração de confiança dos acadêmicos e a comprovação de que seu trabalho está sendo muito bem avaliado. “Estou feliz, extremamente feliz por contar com a confiança de pessoas tão relevantes para a cultura e história de nosso País, com as quais convivo e aprendi a respeitar ainda mais”.

Diretoria da ABL é reeleita, por unanimidade, para o exercício de 2017

Academia Brasileira de Letras - 1/12/2016 - A Diretoria da Academia Brasileira de Letras foi reeleita, dia 1º de dezembro, quinta-feira, para o exercício de 2017. Foram reconduzidos a seus cargos os seguintes Diretores: Presidente: Acadêmico, professor e escritor Domício Proença Filho; Secretária-Geral, Acadêmica e escritora Nélida Piñon; Primeira-Secretária, Acadêmica e escritora Ana Maria Machado; Segundo-Secretário, Acadêmico e jornalista Merval Pereira; e Tesoureiro, Acadêmico, poeta e tradutor Marco Lucchesi. A cerimônia de posse para o novo exercício será no dia 15 de dezembro, quinta-feira, às 17 horas, no Salão Nobre do Petit Trianon.

Eglantina

O emblema da Academia Paulista de Letras, bem como o distintivo e o ex-libris, foram solicitados pelo Presidente Alcântara Machado e idealizados pelo artista José Wasth Rodrigues (1891-1957), que se notabilizou por inúmeros trabalhos artísticos ligados à história do país e à heráldica, sendo de sua confecção o brasão do Estado de São Paulo, instituído em 1932 pelo governo constitucionalista.

José Wasth Rodrigues encaminhou sua proposta à Academia Paulista de Letras em 18 de fevereiro de 1939, com as seguintes observações: A criação de um emblema para a Academia Paulista de Letras, tendo como divisa o verso de Bilac: Última flor do Lácio..., referindo-se o poeta à língua portuguesa para lembrar a sua origem latina, realiza-se de maneira satisfatória pela representação da rosa clássica que se encontra nos ábacos dos capitéis ou nos tetos das cornijas antigas, por satisfazer ela a necessidade de uma simbolização ampla e elevada.

ABL elege José Saramago seu sócio correspondente na vaga de Maurice Druon

A Academia Brasileira de Letras, na sessão de 9 de julho de 2009, acaba de eleger o escritor português José Saramago, Prêmio Nobel de Literatura de 1988, seu novo Sócio Correspondente, na vaga do escritor francês Maurice Druon, decano da Academia Francesa, falecido em abril de 2009. Saramago obteve 28 votos dos acadêmicos. Comentando a eleição, o Presidente Cícero Sandroni lembrou que Saramago esteve na Academia em novembro do ano passado, para o lançamento mundial de seu mais recente romance, A viagem do elefante. Ao ressaltar que as vagas de sócios correspondentes são preenchidas por escolha dos acadêmicos – e não por solicitação dos interessados –, disse que “a Academia não elege agora apenas o Prêmio Nobel de Literatura cuja obra já tem o reconhecimento universal, mas também um velho amigo e colaborador”.

ABL prepara novo vocabulário ortográfico

Folha Online - 01/07/2008 - DEH OLIVEIRA - Um novo Volp (Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa) está sendo elaborado para a ABL (Academia Brasileira de Letras). Esta será a quinta edição da publicação, que registra a forma oficial de escrever as palavras no Brasil.

Segundo Evanildo Bechara, responsável na entidade pelo setor de lexicografia e lexicologia (ramo da lingüística que estuda a origem das palavras e seus significados), o trabalho deve ser concluído até novembro. O Volp deverá conter cerca de 370 mil verbetes.

ABL promove Sessão de honra pelos 20 anos da morte de Gilberto Freyre

No dia 19 de julho, às 16 horas, a Academia Brasileira de Letras irá promover Sessão de honra em homenagem à memória de Gilberto Freyre, escritor pernambucano que soube expôr a miscigenação como identificador do brasileiro. Descendente de senhores de engenho, Freyre escreveu a obra Casa-Grande e Senzala (1933).

Sucesso editorial, o livro foi traduzido para várias línguas e se tornou monumento cultural e literário do país. A ABL fica na Av. Presidente Wilson 203, Castelo, CEP 20030-021, Rio de Janeiro, RJ, Telefone: (21) 3974-2500.

Academia Brasileira de Letras anuncia vencedor do Prêmio Machado de Assis 2008

O romancista mineiro Autran Dourado é o vencedor do Prêmio Machado de Assis 2008 da Academia Brasileira de Letras. O escritor receberá R$ 100 mil pelo conjunto da obra. A instituição também anunciou os ganhadores dos outros prêmios deste ano, como o ABL de Ficção, ABL de Poesia, ABL de Tradução, ABL de Literatura Infanto-Juvenil, no valor de R$ 50 mil, e o Prêmio Francisco Alves.

Este último, de R$ 5 mil, é conferido uma vez a cada cinco anos e atribuído a uma personalidade que se destaque no campo da Educação ou da Língua Portuguesa. Os prêmios ABL de Cinema, ABL de História e Ciências Sociais e ABL de Ensaio serão anunciados na sessão da próxima quinta-feira, dia 12/6. A solenidade de entrega vai acontecer no Petit Trianon, dia 17 de julho, quando a Academia comemora 111 anos de fundação.

ABL anuncia o lançamento da 5ª edição do VOLP

O Presidente da Academia Brasileira de Letras, Cícero Sandroni, anunciou que será no próximo dia 19 de março, às 17h30min, no Petit Trianon, o lançamento da quinta edição do Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (VOLP), que incorpora as novas normas estabelecidas pelo Acordo Ortográfico de 1990, regulamentado no Brasil por força de decretos assinados pelo Presidente Luiz Inácio Lula da Silva na ABL, no dia 29 de setembro do ano passado, e já em vigor desde 1º de janeiro deste ano. O volume, de 887 páginas, contém 349.737 vocábulos, apresentados sob forma de lista, por ordem alfabética, incluindo-se a classificação gramatical de cada um, além  dos estrangeirismos (cerca de 1500), que aparecem na parte final da obra. A impressão foi confiada pela ABL à editora Global.

Academia chega aos 110 anos menos sisuda

O Globo - 19/7/2007 - por Rachel Bertol - Casa de estórias e História, a Academia Brasileira de Letras (ABL) completa nesta sexta-feira (20/7) 110 anos, desta vez sem festa. Toda a programação agendada para a data, que contaria com o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, foi adiada devido ao luto pela morte de mais de 200 pessoas no desastre aéreo ocorrido terça-feira (17/7) em São Paulo. As festividades planejadas devem ocorrer no dia 28 de setembro, com a presença de Lula, mas, na terça-feira (24/7) da próxima semana, será inaugurada a exposição, que abriria nesta sexta, sobre a história da ABL.

Academias do Brasil e de Lisboa querem reforma ortográfica já

Folha de S. Paulo - 31/10/2007 - A Academia Brasileira de Letras e a Academia das Ciências de Lisboa encerraram ontem (30.10) sua reunião de dois dias, no Rio, com um objetivo comum: pressionar seus países para que realizem o quanto antes o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, que pretende unificar as grafias das palavras em toda a comunidade lusófona. Já assinado por Brasil, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe, o acordo vem encontrando resistências em Portugal, em especial de editores de livros.

Cícero Sandroni vai ocupar a presidência

ABL - 06.12.2007 - A Academia Brasileira de Letras se reuniu em Sessão Plenária para eleger sua nova diretoria. O escritor e jornalista Cícero Sandroni foi eleito o 42º presidente da  ABL, pela unanimidade de votos dos 31 acadêmicos que compareceram ao Petit Trianon e mais os daqueles que se manifestaram por carta. Sandroni, 72, substitui no cargo o advogado e ensaísta Marcos Vinicios Vilaça.

Domício Proença Filho na Presidência da ABL
ABL - O Acadêmico, professor e escritor Domício Proença Filho, eleito no dia 3 de dezembro passado, tomará posse na Presidência da Academia Brasileira de Letras (ABL), para o exercício de 2016, no dia 17 próximo, quinta-feira, às 17 horas, em cerimônia no Salão Nobre do Petit Trianon. Também tomarão posse os seguintes Acadêmicos Diretores: Secretária-Geral, Nélida Piñon; Primeira-Secretária, Ana Maria Machado; Segundo-Secretário, Merval Pereira; e Tesoureiro, Marco Lucchesi.
Campanha na ABL revela estratégias usadas por quem disputa cadeira

Folha de S.Paulo -16.03.2010 - Fabio Victor - Eram 14h45 da última sexta quando um carro, escoltado por seguranças, estacionou em frente ao prédio da Academia Brasileira de Letras, no centro do Rio. Dele desceu Eros Grau, ministro do Supremo Tribunal Federal e candidato à cadeira 29 da ABL, vaga desde a morte do bibliófilo José Mindlin. Levava quatro livros numa mão e uma bengala na outra.

Com 23 votos, Luiz Paulo Horta é novo imortal da ABL

Folha de São Paulo - 22/08/2008 - O jornalista e crítico musical Luiz Paulo Horta, 65, foi eleito nesta quinta-feira para a cadeira de número 23 da ABL (Academia Brasileira de Letras). O novo imortal recebeu 23 votos, de um total de 39, derrotando 18 candidatos que concorriam à vaga aberta desde a morte de Zélia Gattai, em maio.

A escolha ocorreu apenas no terceiro escrutínio, já sem a presença dos concorrentes que tinham obtido menos de dez votos nas rodadas anteriores. Horta, que vinha liderando a contagem desde a primeira votação, conquistou então a maioria necessária. Recebeu o apoio de 23 acadêmicos, contra 11 de Ziraldo.

Reeleita direção da Academia Paulista de Letras

Publishnews - 17/12/2008 - A Academia Paulista de Letras (APL) elegeu a diretoria para o biênio 2009/2010. Por 29 votos (dentre os 37 votantes), foi reeleita a atual direção, composta pelos acadêmicos José Renato Nalini (presidência), Anna Maria Martins (secretária-geral), Antonio Penteado Mendonça (primeiro secretário), Ada Pellegrini Grinover (segunda secretária), Crodowaldo Pavan (primeiro tesoureiro), Ignácio de Loyola Brandão (segundo tesoureiro). Os acadêmicos José Pastore, Ignácio de Loyola Brandão, José Cretella Júnior e Hernâni Donato comandam, respectivamente, as Comissões de Contas, Bibliografia, Lexicografia e Publicações até dezembro de 2010. Para o presidente da entidade, José Renato Nalini, a reeleição significou o crédito de confiança dos acadêmicos na atual direção, que tem o propósito de dinamizar e abrir a Academia Paulista de Letras à comunidade. 

Voltar Topo Indicar a um amigo Imprimir
 

AMIGOS DO LIVRO - O PORTAL DO LIVRO NO BRASIL

FALE CONOSCO

 
Nipotech